Lições aprendidas em 2020

O ano de 2020 foi um ano perdido? Lógico que não! 


A pandemia trouxe momentos difíceis para todos, pessoas, famílias, empresas, governos, enfim a sociedade em geral, trazendo dor e incertezas. Não podemos deixar de honrar as vidas perdidas, empresas fechadas e milhares de famílias que perderam sua capacidade de manter o seu padrão de vida, e simplesmente viver no conformismo, aceitando as perdas e pior, deixando esvair oportunidades provenientes do caos causado pela pandemia. 


Para muitos talvez seja ainda mais difícil superar esta fase por não terem ânimo ou até mesmo por não saberem como fazer, por onde começar. Para tantos outros, é a oportunidade de reinventar suas vidas, carreiras e a própria felicidade. E porque não uma nova sociedade, um novo mundo, trazendo impactos positivos e duradouros, deixando esse legado para as gerações futuras.


Muitas empresas demonstraram consciência e comprometimento na busca de melhores práticas de negócio, focadas na sustentabilidade e diversidade inclusiva. Muitas ações estão sendo colocadas em prática para promover a renovação social. Algumas delas são:


Cadeias de abastecimento mais sustentáveis


As cadeias de abastecimento globais foram profundamente impactadas com a interrupção na produção em fábricas, bloqueios de fronteiras e redução da infraestrutura logística impedindo o transporte de mercadorias. Uma pesquisa da McKinsey realizada com os 60 CEO's constatou que 93% deles estão buscando aumentar o nível de segurança e resiliência em suas cadeias de suprimentos. As principais ações implementadas passam por investir na regionalização de cadeias de suprimento, na requalificação de sua força laboral através de treinamentos e na criação de um plano central da cadeia de suprimentos.


Com isso, eles buscam impulsionar a confiabilidade e a segurança no fluxo, e trazer a sustentabilidade como premissa na reconstrução das cadeias de suprimento. Investimentos estão sendo feitos para tornar os modais de transporte ecologicamente sustentáveis e comercialmente viáveis.


O Blockchain também ajudará a aumentar a eficiência do mercado financeiro, reduzindo a burocracia e as emissões de CO2 através da agilidade e confiabilidade das transações, principalmente no setor de varejo, reduzindo a quantidade de voos cargueiros prejudiciais ao meio ambiente


Investimento em finanças ecologicamente corretas (conhecida também como Finanças Verdes) 


O mundo necessita de uma infraestrutura mais sustentável para o futuro próximo. Para isso, é primordial que haja crescimento econômico. Energia Solar e Eólica assim como tecnologia contra catástrofes relacionadas à natureza, são metas específicas do financiamento verde. Será necessário adotar a abordagem multilateral - com governos, setor privado e ONGs e, de forma unificada, financiar projetos verdes que possam ajudar a todos mas, principalmente, aos países que mais sofrem com as mudanças climáticas.


Ao mesmo tempo, o setor privado deve estabelecer coletivamente um padrão comum de métricas ambientais, sociais e de governança (ESG) para promover o financiamento verde. A publicidade e a transparência das informações sobre implicações climáticas e de iniciativas específicas, garantirá a destinação dos recursos para projetos que produzam impactos positivos nas comunidades e consequentemente no mundo. 


Inovação social avançada


A sustentabilidade também é vital na criação de comunidades mais equilibradas, acessíveis e a inclusão digital é protagonista na promoção de oportunidades a todos.


Empresas como a Microsoft criaram iniciativas para ajudar milhões de pessoas a adquirirem as habilidades digitais tão necessárias para as próximas décadas. E não somente isso, estão dando apoio para fortalecer os diversos nichos do ecossistema das startups que procuram direcionar seus esforços para a criação de projetos que contribuem na melhora contínua da qualidade de vida da sociedade.


O Fórum Econômico Mundial criou uma rede de Jovens Líderes Globais que buscam trazer mudanças positivas, com projetos que incluem combate à corrupção através da visibilidade e transparência de dados, compartilhamento de conhecimento entre pequenos agricultores, uso de biomassa na criação de combustíveis sintéticos verdes entre outros. 


O ano de 2020 ainda não acabou, mas, partindo da premissa que crescemos em momentos de dificuldade e que as lições aprendidas são a base para a criação do ambiente favorável à mudança, ou melhor, renovação, estamos no caminho certo.


Se você quer se aprofundar ainda mas no mundo da gestão, veja também:


Nosso Iceberg está derretendo

Gestão de Mudança com Sucesso


Sucesso, sempre!

0 visualização
Entenda como a Projeto56 pode facilitar a sua vida ....
  • LinkedIn ícone social
  • Twitter
Receba a nossa Newsletter

©2020 por Projeto56 Consulting