Como criar uma Hashtag forte para a sua marca

Você sabe para que serve a Hashtag, aquele símbolo que parece com um jogo da velha e que está na grande maioria dos posts em redes sociais?



Na verdade, tudo começou nos Estados Unidos, na década de 80, quando as grandes marcas utilizaram uma metodologia para ajudar os seus clientes a entrarem em contato por telefone através da substituição dos números por letras, que estavam gravadas nos teclados dos telefones. Assim, bastava lembrar o nome da marcar e digitar as letras correspondentes para completar a ligação!


No final dos anos 90, com o aumento do uso da Internet e a evolução das tecnologias, o método foi melhorado e adaptado para o uso de palavras-chave e sites.


Com a chegada das redes sociais, o hashtag ganhou força total.


Ok, mas vamos ao que interessa!


Por que criar uma hashtag?


O Hashtag ajuda os consumidores a encontrar facilmente informações sobre um produto ou serviço e até mesmo eventos promovidos por marcas, sejam elas empresariais ou pessoais. Seja uma palavra, frase ou apelo à ação, as hashtags aumentam o engajamento, a exposição, a notoriedade da marca nas redes sociais e consequentemente suas vendas.


Ao criar uma hashtag, o seu cliente, usuário ou melhor o stakeholder (nome usado para definir todas as pessoas ou entidades que se relacionam com uma empresa ou você) tem uma opção a mais para entrar em contato com você ou sua empresa. Com isso, ficam mais envolvidos, discutem e se conectam com suas marcas preferidas, se tornando um excelente marketing natural.


Muito além de uma simples palavra


Algumas hashtags podem ser frases de efeito facilitando a interação e engajamento dos usuários. Alguns exemplos são:


#starbucsksforlife - Starbucks

#justdoit - Nike

#haveabreak - KitKat



Quando usar hashtags


As possibilidades são inúmeras, e você deve avaliar. Você pode usar para promover eventos, produtos, concursos, anúncios de emprego, e incentivar conversas em forums. Todos esses exemplos requerem algum tipo de participação. E no caso de hashtags corporativas, elas funcionam muito bem para estimular a discussão e o engajamento das equipes.



Benefícios de criar sua própria hashtag


Para ajudar a divulgar seu produto ou serviço, você precisa de uma fonte de engajamento e as hashtags são ótimos recursos para isso, porque trazem outros benficios adicionais tais como:

  • Otimização dos recursos de busca: Hashtags potencializam o tráfego orgânico de seu conteúdo. Se você otimizar suas hashtags e usar frases ou palavras-chave relacionadas ao seu setor, você promove a exposição do seu projeto ficando mais fácil de ser achado.

  • Aumento do tráfego: Como mencionamos acima, as hashtags tornam sua marca detectável. Como isso, você notará um tráfego maior em suas contas. As mídias sociais que mais utilizam pesquisas com hashtags são o Facebook, Twitter e Instagram.

  • Gerador de opnião pública e usuários defensores da marca: os defensores são usuários que confiam na sua marca tornado-os fonte de referência e citação confiável. Hashtags são uma ótima maneira de ajudar a divulgar as recomendações dos defensores da marca. Consumidores se sentem mais seguros ouvindo recomendações de outros consumidores do que recomendações feitas pela própria marca.

  • Medindo seus esforços: No Instagram, quando você converte o seu perfil para o uso profissional (vou falar disso em outro post), você consegue gerenciar melhor a performance de sua conta, e do conteúdo orgânico que você gera. Você també pode utilizar outros softwares de gestão de mídia social de terceiros (também vou abordar este assunto em outro post), você pode rastrear hashtags em suas redes mais importantes. A análise de suas hashtags fornece insights sobre o que está repercutindo entre os clientes ou stakeholders. E isso faz uma grande diferença na hora de ajustar o seu projeto.

  • Rede cruzada: um bom recurso das hashtags é que você pode usá-las em vários canais. Isso ajudará a coordenar e acompanhar suas promoções.

E, como criar a sua própria hashtag?


Primeiro tenha bem definido quais os objetivos que você quer alcançar com ela. Um projeto bem definido com certeza trará bons resultados para a campanha que você está criando. A hashtag deve estar associada a uma métrica para que você consiga enxergar de forma concreta o seu desempenho e ajustar sua campanha caso seja necessário.


Faça isso antes de começar a criar frases ou palavras-chave para o seu projeto.


Isso é importante para que a estratégia gere lucro ou melhor o resultado desejado. Então decida qual o objetivo estratégico, que pode ser um dos listados a seguir:

  • Aumentar a interação entre os usuários / prospects através de conversas sobre o seu projeto (marca, evento, produto...);

  • Aumentar recomendações ou menções;

  • Aumentar o númeiro de cliques para links específicos;

  • Medir a abrangência que sua marca tem no mercado;

  • Tornar-se mais mais visível.

O alinhamento destes objetivos com a estratégia do projeto é fundamental para o sucesso da sua campanha / projeto. Então, lembre-se de, primeiro, fazer o planejamento.


Determine qual ou quais redes sociais


Dependendo dos objetivos de seu projeto, você também deverá determina qual ou quais redes utilizar. Se você estiver criando uma hashtag para dar visibilidade ou suporte através de uma campanha institucional, você deve usar todas as redes.


Considere as seguintes caracterísitcas de cada rede para um uso eficaz das hashtags:

  • Twitter - Este é o espaço perfeito para usar hashtags, pois foi no Twitter que as Hashtags nasceram. Fazer buscas, participar de conversas e descobrir as principais tendências no momento. Se sua hashtag for popular, você certamente será mais visto. A vantagem do Twitter sobre o Instagram é que você pode incluir links em cada tweet, facilitando com isso o direcionamento de seus clientes para campanhas específicas. E os recursos de pesquisa no Twitter simplificam o uso de hashtags. Já no Instagram, só é permitido o uso de links na bio (área onde você descreve para o seu público o objetivo e finalidade de sua conta).

  • Instagram - A principal vantagem do Instagram é que tudo é baseado em imagem, promovendo um envolvimento mais direto do usuário através do conteúdo visual. Se o objetivo da campanha é promoção de produtos, eventos, enquetes e outros conteúdos fortemente visuais, essa é a melhor opção, tendo também uma outra opção que é o Pintrest. Lembre-se que você só tem a bio para incluir links, e isso pode ser um grande problema, pois existe uma limitação de caracteres (150). A bio, como falado a pouco, é normalmente utilizada para informar o propósito daquela conta bem como os links das demais redes que você possuir. Você pode usar até 30 hashtgas por postagem, mas lembre-se sobre o uso moderado delas. Uma boa prática que você deve sempre utilizar é de ocultá-las. Isso permite que você evite marcar postagens em excesso e aborrecer seus seguidores atuais.

  • Facebook - Aqui a dinâmica é um pouco diferente. No Facebook, as hashtags são categorizadas por popularidade e data de uso, permitindo que você filtre por usuário, local e data de postagem. Outra dica importante é que, ao contrário do Instagram, use o mínimo possível de hashtags por postagem. Postagens com até 2 hashtags recebem, em média, 177 interações a mais, comparadas com postagens contento mais de 3 hashtags.


Criatividade é tudo... mas com limites!


As hashtags devem ser exclusivas e relevantes para o seu negócio. Não crie hashtags só or criar, ou porque dizem que é fundamental para gerar tráfego para sua conta. Coloque energia, criatividade, positividade, sinta envolvimento e prazer na hora em que estiver criando algo para seu público. Observer sempre se são:

  • curtas, objetivas;

  • de fácil lembrança;

  • alinhadas com sua marca ou projeto;

  • personalizada.s, exclusivas;

  • associadas a mensagem que você quer transmitir;

  • únicas, e,

  • especificas (não generícas).


Mensagem simples é mais eficaz


Menos é Mais. Sua mensagem deve ser direta, clara e alinhada com a marca ou projeto para que chegue ao seu público e tenha resultado. Ser muito criativo e complexo pode confundir seu cliente.


Provoque a curiosidade

A sua mensagem se torna eficaz quando ela provoca uma ação do seu público. Em inglês se chama Call to Action. Algumas idéias sobre hashtags provocantes podem ter as seguintes características:

  • Perguntas;

  • Senso de urgência;

  • Ação por emoção;

  • Procar a participação ou engajamento por afinidade.

Você tem que provocar algum tipo de emoção no seu públcio para que elas reajam.



Supervisione suas hashtags


Essa dica é muito importante: Revise sempre o conteúdo do seu post e hashtags antes de postá-lo. Errar é humano, e falhas ortográficas ou contextuais são uma constante nos conteúdos postados na Internet.


Um erro pode ser muito prejudicial para seu projeto ou público. Antes de lançar uma campanha, veja abaixo o que você precisa observar com cuidado:

  • Faça uma pesquisa prévia nas redes sociais sobre a hashtag que você vai usar. Geralmente, o que esta sendo tendência no Twitter pode ainda não ser em outra rede e vice- versa. Isso lhe ajudará a criar ou ajustar a sua hashtag para o conteúdo e mensagem que você quer transmitir.

  • Evite dupla interpretação ou sentido. Talvez você, por estar muito envolvido no projeto, não consiga perceber isso. Sempre ouça a opnião de terceiros para certificar que a mensagem que você quer passar não tem duplo significado ou, dependendo de como se lê ou vê, possa passar uma impressão oposta. Certifique-se de que não haja outras palavras ou mensagens quando, por exemplo, a hashtag estiver toda em minúsculas e como uma palavra.

  • Eventos são sempre motivo de preoucupação. Certifique-se que seu post e hashtag estão no tempo certo (timing). Pesquise sobre os principais eventos no momento em que for lançar o seu projeto, para que a sua hashtag esteja corente.



Acompanhe o desempenho da sua hashtag


Conforme falado anteriormente, o planejamento é parte fundamental de um projeto. Você deve ter uma programação detalhada sobre suas postagens, atualizações e repostagens quando for necessário, bem como quais hashtags serão utilizadas em cada tipo de rede social. Evite postar sua hashtag com muita freqüência, pois ao invés de atrair, você poderá afastar seus seguidores. Tente planejar o agendamento específico, período e quantidade de hashtags. Acompanhe a performance destas hashtags mensalmente, bimensalmente e se for o caso anualmente.


Existem relatórios de performance de hashtags no Twitter e no Instagram, que facilitam a análise de cada uma das hashtags.


Chegamos ao fim! Não deixe de acompanhar a newsletter da Projeto56, assim como o Blog. Lá você encontra essa e outras informações relacionadas às mídias socias e melhor gestão delas. Se tiver alguma dúvida, mande um email para info@projeto56.com


E, caso você não se sinta seguro, pelo menos no início desta caminhada, o Projeto56 te ajuda a dar os primeiros passos para que você obtenha sucesso mais rapidamente.


Acesse o site www.projeto56.com




Política de divulgação


As matérias e posts deste site são escritos com base em uma visão honesta e na minha experiência profissional. Eu apenas escrevo resenhas sobre serviços e produtos que eu pessoalmente uso, gosto ou confio. Apesar de listar os pontos negativos e positivos, me esforço para passar a informação mais objetiva possível. Acho que focar demais nos aspectos negativos podem levar à procrastinação e ter uma experiência negativa. Portanto, tenho como filosofia de vida pensar positivamente, e com isso, passar esse viés positivo para que você não seja negativamente influenciado e possa fazer o seu próprio juízo de valor.


Se você fizer uma compra por meio dos links deste site, poderei receber uma pequena comissão.


Projeto56 - Todos os direitos reservados 2021


#midiassociais #midiadigital #coaching #coachingonline #projeto56 #projeto56blog #affiliateprogram #remotework #trabalhoremoto #trabalhoonline #instagram #twitter





4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo